Franceses preferem o produto português

A Conforama, empresa de artigos para o lar está já implementada no mercado português e recheada de produtos nacionais, tanto no nosso país como em mercados estrangeiros, noticiou o Jornal de Notícias. A empresa francesa pretende abrir uma nova loja a 17 deste mês em Gaia, junto a uma grande superfície comercial. Será o maior espaço do grupo no nosso país – com quatro mil metros quadrados – que irá contar com um investimento de 10 milhões de euros e a criação de 60 postos de trabalho. A empresa está presente em Portugal desde 1991, onde tem uma loja em Cascais, uma na Amadora e uma outra em Aveiro. As duas lojas situadas a sul representam uma facturação superior às 11 lojas que a Conforma detém na Espanha. A facturação da empresa francesa em Portugal atingiu os 30 milhões de euros. Por isso, a empresa pretende apostar no nosso país, que considera como sendo a aposta mais “estratégica” e “prioritária”. Segundo adiantou ao Jornal de Notícias Stéphane Dupont, director geral do grupo em Portugal, uma nova loja poderá ser aberta na Polónia, mas ainda não existem certezas. Um outro motivo de satisfação para com o nosso país é o facto de aqui terem sido encontrados bons fornecedores, capazes de respeitar prazos de entrega e padrões de qualidade. A maior parte dos produtos têxteis-lar e decoração vendidos na Conforma são fabricados em Portugal e a empresa está em negociações com os fornecedores portugueses para que estes abasteçam os restantes países onde a Conforma está presente: França, Espanha, Portugal, Suíça, Polónia, Taiwan e Itália. Sediada em Lyon, a Conforama iniciou a sua expansão mundial depois de ter sido adquirida pelo grupo Pinault-Printemps-Redoute e é hoje considerada líder em França e na Europa no equipamento de casa, e número dois mundial no mobiliário, empregando mais de 9000 funcionários.