Fast Retailing planeia novas lojas

A retalhista japonesa, que detém a marca Uniqlo, registou um aumento de 18% do lucro anual e planeia continuar a crescer, tendo prevista a abertura de novas lojas em diferentes mercados, com forte aposta na China.

[©Uniqlo]

A Fast Retailing planeia abrir 80 novas lojas por ano na China, incluindo Hong Kong e Taiwan, 20 lojas na América do Norte e 10 na Europa. A retalhista, que tem já 930 lojas Uniqlo na China – mais do que no Japão – o que a torna uma referência para retalhistas que operam na segunda maior economia mundial.

Tadashi Yanai, CEO e fundador da Fast Retailing, afirmou aos retalhistas que o mundo pós-covid mudou dramaticamente e que os consumidores estão agora a colocar uma maior ênfase no valor em vez do luxo, depois da empresa ter divulgado resultados anuais recorde, que ultrapassaram as previsões.

«As pessoas estão a tentar reduzir os excessos e a viverem de forma mais simples», indicou.

A Fast Retailing revelou que os lucros operacionais para os 12 meses até agosto subiram 28%, para 381,1 mil milhões de ienes (cerca de 2,40 mil milhões de euros) atingindo, pelo segundo ano consecutivo, um recorde, ajudado pela recuperação pós-pandemia na China. Um ano antes, a Fast Retailing tinha registado um lucro operacional de 297,3 mil milhões de ienes.

O resultado ficou ligeiramente acima das previsões de 374,6 mil milhões de ienes, de acordo com a estimativa de 12 analistas recolhida pela LSEG, assim como das previsões anteriores da empresa de 370 mil milhões de ienes.

Para o próximo ano fiscal, as previsões são de que o lucro operacional registe um novo recorde, para 450 mil milhões de ienes, anunciou a empresa.

Nos últimos anos, devido ao confinamento mais restrito na China, a Fast Retailing focou-se mais nos mercados da Europa e da América do Norte. A Uniqlo tem como objetivo ter 200 lojas na América do Norte até 2027 – em comparação com as atuais 52 – e também espera que as lojas existentes na região dupliquem o crescimento das vendas.

«Não podia estar mais entusiasmado por entrar na próxima fase do nosso plano de expansão na América do Norte e servir mais consumidores nos EUA e no Canadá. As lojas são o coração do nosso negócio, onde nos podemos envolver com as nossas comunidades locais, ouvir diretamente dos nossos clientes e compreender melhor as suas necessidades para continuar a melhorar e aperfeiçoar os nossos produtos. Estamos desejosos de um grande ano», sublinhou Daisuke Tsykagoshi CEO das Uniqlo North America.

No total, a Uniqlo tem mais de 2.400 lojas em todo o mundo.