Fashion for Good revela inovadores de 2024

Das algas ao cânhamo, passando pela reciclagem química com enzimas, são várias as áreas de atividade das 10 selecionadas para integrar o programa de inovação da Fashion for Good em 2024.

Samsara [©Samsara]

O programa de inovação fornece apoio customizado às empresas selecionadas com base na fase de desenvolvimento e ambições de cada um dos inovadores, criando ainda parcerias com parceiros industriais para que a tecnologia progrida e seja validada.

«Estamos muito contentes por desvendar esta coorte de 10 novos inovadores para o nosso programa de inovação. Estas tecnologias revolucionárias resumem o nosso compromisso inabalável em incorporar novas tecnologias na indústria da moda», afirma Katrin Ley, diretora-geral da Fashion for Good.

Nanollose [©Nanollose]
O grupo reúne empresas focadas em novos materiais para calçado e moda, assim como tecnologias de reciclagem. Os inovadores desta edição são: Algreen; Balena; Epoch Biodesign; Fibre52; Gencrest BioProducts; HeiQ AeoniQ; Nanollose – Nullabor; Regeneley; Samsara Eco; e SEFF.

A Algreen codesenvolve materiais alternativos produzidos a partir de algas e recursos de base biológica que possam substituir produtos feitos à base de petróleo, como poliuretano.

A Balena, por seu lado, desenvolve polímeros biodegradáveis para solas exteriores de calçado, enquanto a Epoch Biodesign faz a reciclagem enzimática de resíduos têxteis de poliamida.

SEFF [©SEFF]
A Fibre52 é, segundo a Fashion for Good, uma solução de base biológica que substitui o branqueamento convencional nos processos de preparação e tingimento, a Gencrest BioProducts trabalha com vários resíduos agrícolas para os converter, através de tecnologia enzimática, em fibras têxteis, e a HeiQ AeoniQ é um fio filamentar contínuo de celulose com propriedades de resistência melhoradas.

Já a Nanollose produz o liocel Nullarbor, desenvolvido a partir de celulose microbiana que é convertida em polpa em parceria com a Birla Cellulose, a Regeneley é pioneira em tecnologias de reciclagem de solas de calçado, com separação e reciclagem dos componentes de EVA, termoplástico e borracha, a Samsara Eco recicla, com enzimas, resíduos de PET e poliamida e a SEFF produz fibras de cânhamo com toque de algodão com recurso a um processo patenteado de descarga de impulsos elétricos de alta voltagem.