Fashion China anima panorama da moda na China

Pela quarta vez, a Fashion China apresentará em Xangai as grandes marcas internacionais da Europa e da Ásia. O mercado chinês satisfaz cada prognóstico de negócio, confirmando o seu impacto nos mercados europeus com um crescimento económico único à escala mundial de 7%. Como o nível de vida aumenta na República Popular da China, o vestuário ganha cada vez mais significado para os seus 1,3 mil milhões de habitantes. Especialmente para a população urbana jovem e de meia idade, fazer compras é uma importante actividade de lazer. Outro bónus deste desenvolvimento é o facto deste ser um mercado de acesso fácil para as empresas europeias, após a China ter aderido à Organização Mundial do Comércio; as taxas de importação serão abolidas e o retalho liberalizado a um ponto que, no futuro, as actividades estrangeiras na China serão possíveis sem envolver os parceiros chineses. Mesmo hoje em dia, as exportações alemãs no sector têxtil para a China aumentaram já 48%. O Conceito Fashion China A Fashion China é a única feira profissional especializada em vestuário deste país. Este certame construiu a sua reputação pela introdução de marcas europeias, atraindo assim retalhistas especializados chineses. Mesmo para os líderes de mercado chineses, a Fashion China estabeleceu-se como um fórum-chave de promoção na China. Esta feira profissional é a única plataforma de negócio na China a oferecer um serviço completo que está à altura dos padrões internacionais: registo de visitante profissional, marketing ao visitante, apoio activo para agente “head hunting”, opções de promoção como shows de moda ou anúncios colocados nas revistas especializadas da China, etc. Além disso, os seminários e workshops tratam de questões relacionadas com a entrada no mercado e como estabelecer contactos com retalhistas. Como a feira se desenvolveu Desde sua primeira edição realizada em 1999, a Fashion China passou por um desenvolvimento extremamente positivo. Tanto expositores como visitantes reconheceram a relevância desta feira para o mercado chinês. Os números de frequência subiram para 135 expositores em 2001, a área de exposição cresceu para um total de 12.000 m2 e o número de visitantes subiu 81%, para mais de 8.000 visitantes profissionais. No evento de Setembro de 2002, a Fashion China apresentará aproximadamente 150 expositores da Europa e Ásia espalhados por dois andares. Expositores da Fashion China As gamas europeias deste ano na Fashion China são as mais numerosas de sempre e serão expostas na área internacional, situada à entrada. O stand da equipa alemã, subsidiado pelo Ministério Alemão da Economia, apresentará Gerry Weber, a marca internacional exclusiva McDavid, Kanz, Lemmi Fashion, Pampolina, Globetrotter e Meyer Hosen, para nomear apenas alguns. A Espanha estará segunda vez representada – com um pavilhão sob os auspícios do Instituto Espanhol de Promoção da Exportação (ICEX). Este Instituto Espanhol irá trazer empresas como a Celtauro, David Christian, Fernau Mas, Fuentecapala, Industrias Valls, Jaime Mascaro, Sulfy e Waipai. Mais de 30 empresas de Itália – o país parceiro da Fashion China deste ano – irão expor as suas últimas colecções, entre elas Anna Purna, Armando Calo, Gamatex, Giudice, Ikebana, Marisa Monti, Magnum, Meharni, Stizzoli, Tadon, Tricot Chic, etc. Expositores individuais de elevado perfil da França, Turquia, Japão, Taiwan ou Hong Kong também irão usar a feira como porta de entrada neste mercado. Os líderes de mercado chineses tais como Firs, Romon, Peacebird, Rouse, Aiyimei, I’ve (Cocoon), I Penna e We Want asseguram uma frequência de visitantes de elevada qualidade vinda de todas as partes da China. O “Designer Pavilion” da Fashion China, no segundo andar das instalações, irá dar aos visitantes um conhecimento dos desenvolvimentos da moda asiática. Estilistas de elevado calibre da China, Taiwan e Hong Kong apresentarão aqui as suas últimas tendências. A Fashion China, em Xangai de 10 a 12 de Setembro, irá assim expor todas as gamas de produtos desde acessórios, vestuário para a noite, coordenados, casual wear, knitwear e moda jovem para vestuário de couro. Eventos de Apoio Dirigindo-se aos expositores europeus, em particular, os organizadores planearam um painel de discussão de introdução no mercado de marcas ocidentais a realizar-se na Fashion China. Presidido pela firma Shanghai Jasmine Consulting, especializada no serviço e consultoria a produtores de moda internacionais que desejam entrar no mercado chinês, as conferências serão sobre os seguintes tópicos: “Entrada de Mercado na China” e a “Situação de Mercado na China para Artigos Importados de Preço Médio e Alto”. Os seminários foram também planeados para os fabricantes chineses interessados em colaborar com as marcas internacionais do estrangeiro. Desfiles de moda diários organizados pelo Conselho de Desenvolvimento do Comércio de Hong Kong e a Federação Têxtil de Taiwan, bem como o Show de Tendências Fashion China, irão providenciar uma vista geral condensada e rápida das tendências e marcas expostas. Para concluir este programa de eventos de suporte, os organizadores (Igedo Company, Associação Nacional do Vestuário da China e CCPIT Tex) planeiam realizar a Gala Fashion China para um círculo exclusivo de convidados.