EUA com algodão abaixo do preço de custo

Segundo analistas citados pela agência France Press, os subsídios que o Governo Federal tem atribuído aos produtores de algodão estão a permitir a afixação dos preços de revenda desta matéria-prima abaixo do preço de custo, inviabilizando a obtenção, por parte dos países em desenvolvimento, de uma importante fonte de receita. Novamente em foco na cimeira da Terra a decorrer em Joanesburgo, na África do Sul, esta situação ganhou actualidade com o alerta dos especialistas para o impacto dos novos subsídios. No ano de 2002, os preços do algodão no mercado internacional caíram para 42 cêntimos de dólar por libra de peso, quando o preço de custo na África Central é de 50. Segundo os analistas, os produtores vendem com prejuízos porque, ao contrário dos produtores dos países do norte, não têm qualquer subsídio. Nos Estados Unidos, onde a produção de algodão representa 5% do valor das exportações agrícolas, foi aprovada uma nova lei em Maio que visa o aumento em 80% nos próximos 10 anos, as ajudas aos agricultores.