Entradas e saídas

Marc Jacobs prepara a sua entrada em novos segmentos da moda. Com efeito, o estilista americano está a usar todo o seu talento para criar uma linha de roupa de praia para criança. A nova linha cruzeiro, baptizada Little Marc Swimwear, deverá chegar às lojas no próximo Verão. A nova colecção é baseada na linha de pronto-a-vestir para adultos Marc by Marc Jacobs, uma vez que usa as mesmas cores e estampados, e é composta por 50 peças. «Os consumidores procuram sempre peças bonitas e de qualidade e, normalmente, as mães gostam de comprar peças para os seus filhos que reflictam o seu gosto pessoal», explicou Rosemarie DiLorenzo, proprietária da Swimwear Anywhere, responsável pela linha de roupa de praia de Jacobs. As peças de praia vão desde o tamanho 2 ao 10 (segundo a tabela americana), para crianças até aos 8 anos. Os preços dos modelos variam entre os 32 dólares para as meninas e os 17 dólares para os meninos. Enquanto Jacobs entra em novos projectos, Esteban Cortázar abandona o seu último projecto: a linha feminina da Emanuel Ungaro. «A Emanuel Ungaro SAS e Esteban Cortázar decidiram, de comum acordo, terminar com a colaboração», afirmou a conhecida casa de moda francesa em comunicado, acrescentando ainda que «será posteriormente anunciado o novo estilista responsável por toda a linha feminina da marca e que substituirá, assim, Cortázar». Esteban Cortázar, de 24 anos, foi nomeado estilista da linha feminina da Ungaro em Novembro de 2007 e apresentou na passerelle a sua primeira colecção para a marca em Fevereiro de 2008. Nascido em Bogotá, o estilista é detentor de dupla nacionalidade – colombiana e britânica – é considerado por muitos especialista como o menino-prodígio da moda, tendo igualmente apresentado a sua primeira colecção, com marca própria, em 2003 na cidade de Nova Iorque. Mounir Moufarrige, presidente da Ungaro, revelou, na altura da contratação de Esteban Cortázar, que desejava um «choque eléctrico para rejuvenescer a linha feminina da marca, por cuja direcção artística passaram três estilistas desde que Emanuel Ungaro tinha abandonado funções, em 2005». Cortázar é agora o quarto membro dessa lista. A casa Ungaro, fundada em 1965, é propriedade do fundo de investimentos americano AIMZ.