Egito reforça produção de vestuário

O mercado de vestuário do Egito deverá ultrapassar os 3,5 mil milhões de euros até 2025, de acordo com um estudo da GlobalData. Novos investimentos e a expansão da indústria serão os impulsionadores do crescimento.

Waleid Gamal El-Dien e Ömmet Eroğlu [©SCZONE]

A Autoridade Geral da Zona Económica do Canal de Suez (SCZONE) assinou um acordo de usufruto de terreno com a Eroğlu Egypt para a construção de uma nova fábrica de vestuário pronto-a-vestir na Zona Industrial de Qantara Oeste. O acordo, no valor de 40 milhões de dólares, visa transformar a zona num centro regional para a indústria de vestuário. Espera-se que a nova fábrica crie mais de 3.000 postos de trabalho quando estiver operacional.

A proximidade do Egito ao Canal de Suez, uma das rotas marítimas mais movimentadas do mundo, torna-o um ponto de comércio crucial, segundo a GlobalData, que no estudo Macroeconomic Report: Egypt indica que a indústria têxtil e de vestuário, a segunda maior indústria do país, representa cerca de 8% das exportações, 34% da produção industrial, emprega 10% da população trabalhadora do Egito e contribui com 3,4% para o PIB, refere o Just Style,.

Walid Gamal El-Din, presidente da SCZONE, destacou que a nova fábrica será o sexto de 15 projetos em estudo para implementação na Zona Industrial de Qantara Oeste, reforçando os investimentos turcos na área. Em abril de 2024, a SCZONE aprovou dois projetos no valor de 40 milhões de dólares na área industrial de Qantara Oeste para a empresa turca DNM Denim, propriedade da Eroğlu Holding.

O relatório “Egypt Databook: Menswear – Brand Shares, Market & Sector Summary & Forecasts to 2025” da GlobalData prevê que o valor do mercado de vestuário na região atinja 184,2 mil milhões de libras egípcias (cerca de 3,6 mil milhões de euros) em 2025, um aumento significativo em relação aos 158,9 mil milhões de libras egípcias em 2023. Atualmente, o Egito conta com cerca de 2.500 fábricas de vestuário que empregam aproximadamente 1,5 milhões de trabalhadores, com um salário médio estimado entre 175 e 1048 dólares (equivalente a valores entre 161 e 967 euros).

Nos últimos anos, o ambiente de negócios no Egito tem melhorado com a redução das taxas de juros e políticas favoráveis. A política de desenvolvimento sustentável “Visão Egito 2030” destaca o apoio do governo para modernizar a indústria têxtil e de vestuário e aumentar as exportações, focando-se na modernização e maior integração entre os sectores têxtil e do vestuário.