eBay em crescimento

A eBay Inc., empresa que detém o sítio homónimo de leilões na Internet, bem como o serviço Pay Pal de pagamento via web, prevê que os resultados de 2010 fiquem acima das expectativas, registando um crescimento de dois dígitos nas receitas do PayPal e na sua unidade comercial. A empresa, que está a meio de uma reestruturação, ao mesmo tempo que enfrenta a Amazon.com e outros retalhistas, também superou as expectativas de lucro apresentadas por Wall Street no último trimestre do ano. As vendas aumentaram 24%, marcando uma acentuada melhoria em relação à evolução negativa observada no início de 2009. A eBay espera que as receitas ajustadas para o ano de 2010 se situem entre os 1,63 a 1,68 dólares por acção, com base numa receita de 8,8 a 9,1 mil milhões de dólares. Esta previsão está acima dos 1,60 dólares por acção esperados, em média, pelos analistas de Wall Street. «É justo dizer-se que está a decorrer uma reviravolta», considera Larry Witt, analista da Morningstar, intitulando os resultados como os melhores em pelo menos um ano. Witt salienta ainda o desempenho da Pay Pal, a unidade de pagamentos via web, que está a registar um acentuado crescimento, representando mais de um terço das receitas da eBay Inc., tendo registado uma subida de 28% nas receitas. Os ganhos nas actividades comerciais, que incluem Shopping.com, StubHub e outras unidades de comércio electrónico, foram impulsionados por mais artigos vendidos e mais bens adquiridos a preços fixos, em vez do formato de leilão. A empresa tem procurado aumentar a selecção e a segurança e tornar mais fácil aos compradores e vendedores realizarem as transacções on-line. Uma taxa de imposto mais baixa e o dólar mais forte também ajudaram os resultados no trimestre. «Estamos cautelosamente optimistas em relação ao progresso lento e constante na economia global», disse o presidente executivo da eBay, John Donahoe, numa teleconferência. O lucro líquido no quarto trimestre foi de 1,4 mil milhões de dólares, ou 1,02 dólares por acção, muito acima dos 367 milhões dólares, ou 29 centavos de dólar por acção, registados um ano antes. As receitas cresceram 11% no mercado norte-americano e 21% a nível internacional. Os analistas têm procurado sinais de que as medidas tomadas pelo eBay para “dar a volta” aos seus negócios estão a dar frutos, após anos de crescimento lento. Mas alguns, como Benjamin Schachter, analista sénior para a Internet na Broadpoint Amtech, dizem que é ainda muito cedo para avaliar a força de qualquer recuperação. Em 2010, a eBay tem de enfrentar a contínua concorrência da Amazon.com e de outros retalhistas, bem como um ambiente de consumo que ainda está sob pressão. As acções da eBay subiram 69% em 2009, impulsionadas por sinais de uma reviravolta na sua divisão comercial, onde o crescimento tinha abrandado nos últimos anos. «A liderança aqui é muito boa, mas temos de ver como a reestruturação toma forma», afirma Schachter. Mas «as pessoas estão contentes por ver que as coisas estão realmente muito bem e eles estão a beneficiar do ambiente macro-económico».