Director-geral da Kmart demite-se

A gigante americana, Kmart, anunciou a demissão do seu director-geral Chuck Conaway, dias depois da divulgação dos planos de encerramento das lojas não lucrativas e o despedimento de 22.000 pessoas. A empresa afirmou em declarações que o seu presidente, James Adamson, vai substituir Conaway imediatamente, acrescentando ainda que o director financeiro John McDonald Jr., está também de saída. Sediada no Michigan, a Kmart entrou em processo de falência em Janeiro, recorrendo ao Capitulo 11, devido sobretudo a uma queda súbita das vendas por altura do Natal e uma grande descida do valor das suas acções. McDonald vai ser substituído por Albert Koch, presidente da empresa de reestruturação Jay Alix & Associates, enquanto Julian Day, vice-presidente da Sears, Roebuck and Co, foi nomeado presidente e director do departamento de operações. A Kmart anunciou ainda que Ted Stenger, director da Jay Alix, vai assumir o lugar de tesoureiro e Ronald Hutchinson vai continuar a trabalhar como director de reestruturação. Na passada semana, a terceira maior cadeia de “discount” da nação, anunciou os seus planos de encerramento de 284 lojas de baixa lucratividade, e o corte de 22.000 postos de trabalho numa tentativa de voltar ao lucro.