Diesel na casa

A Diesel está a prosseguir, a passo e passo, a construção da sua casa. Um ano apenas após o lançamento da primeira colecção de roupa de cama e de banho, baptizada Successful Living from Diesel, em parceria com o grupo Zucchi, a produtora de jeans acaba de anunciar a entrada no mundo do mobiliário e da iluminação, através de dois acordos de licença com players dos dois sectores, a Moroso e Foscarini. As duas primeiras colecções, concebidas pelo gabinete de estilo da Diesel, sob a batuta do director criativo Wilbert Das, foram apresentadas na última edição do Salão do Mobiliário, em Milão, em espaços dedicados nos stands da Moroso (mobiliário) e Foscarini (iluminação). Com este novo projecto, a Diesel quer revolucionar a abordagem do mercado da casa. Queremos fazer neste sector o que fizemos no mundo do denim», explica Renzo Rosso, presidente do grupo Only the Brave, proprietário da marca, que quer criar estilo em casa». Como refere Rosso, é uma colecção personalizada que reflecte uma verdadeira identidade e que deve, por isso, poder evoluir no tempo». Para responder a este desafio, os artigos com a assinatura Diesel (16 modelos para a primeira colecção de iluminação e uma dezena para móveis, entre os quais um sofá coberto a linho, dois pequenos armários de estilo rock e espelhos) vão ter diversos tecidos que os clientes poderão mudar de acordo com os seus desejos. São móveis robustos e de qualidade, que terão, por isso, um preço elevado. Mas adoro a ideia de que os possamos “vestir e despir” para mudar o aspecto da casa», sublinha Rosso. As duas novas linhas serão vendidas em 400 pontos de venda em todo o mundo, em lojas especializadas em mobiliário e iluminação, assim como em algumas das maiores lojas Diesel, como as Diesel Planet de Nova Iorque, de Milão, de Hong Kong e de Tóquio. Renzo Rosso quer também entrar nas department stores, como a Isetan, no Japão, ou a Harrod’s, em Londres. Concebemos agora um universo global e podemos propor verdadeiros corners para a casa, que associam os têxteis, os móveis e a iluminação», indica o responsável do grupo, que se diz satisfeito com os resultados da colecção de linha de casa distribuída desde Setembro do ano passado. Para já, está a correr bem. Temos objectivos precisos que foram respeitados», explica. Esta linha é vendida em cerca de 15 países, entre os quais os EUA, onde está à procura de um distribuidor, e no Japão (o principal mercado da Diesel, com um volume de negócios de 220 milhões de euros em 2008). Estas diferentes incursões na moda de casa poderão também permitir à Diesel entrar rapidamente no sector da hotelaria. A marca foi uma das primeiras a interessar-se por este sector, no início dos anos 90, com a abertura de um hotel em Miami. Mas actualmente, temos verdadeiros conhecimentos», confia Rosso, que deseja concretizar o projecto em Milão. Em 2008, o grupo Only the Brave realizou um volume de negócios de 1,35 mil milhões de euros, o que representou um aumento de 3%. Este ano, Renzo Rosso quer jogar as cartas da prudência e da confiança, mas acredita numa verdadeira progressão: é um momento difícil, mas a nossa empresa é financeiramente sólida. Podemos por isso investir e criar negócio». No programa figura, nomeadamente, a abertura de 30 novas lojas nos próximos meses.