Diesel lança jeans de carbono

Quando não é notícia como herdeiro do império Fiat, o playboy italiano Lapo Elkann de 32 anos faz o favor de se auto promover através de escândalos. Nos últimos tempos, parece ter dado tréguas e somente são retratados nos media sátiras sobre a sua forma desajeitada de ser. Não restam dúvidas de que Lapo tornou-se actualmente no maior trendsetter italiano e num verdadeiro empreendedor. O mais jovem dos irmãos Elkann (em Abril, o irmão John tornou-se presidente da Fiat) não quer viver à sombra da família. Em 2007, juntou-se a um grupo de amigos e profissionais de talento e criou a sua própria holding com uma agência publicitária e a Italia Independent – uma «marca para pessoas independentes», informa o seu site. A marca une estilo, design e tecnologia. Após parcerias bem-sucedidas, como por exemplo com a Alfa Romeo para uns exclusivos óculos em carbono e com os chapéus Borsalino, assinados pela Italia Independent, chegou a vez de colaborar como Renzo Rossi, o patrão da Diesel. «Somos amigos e foi muito divertido trabalhar juntos. Lapo Elkann é um génio do marketing», afirmou Rossi. A mistura da moda com a tecnologia resultou num jeans e cinco bolsos slim fit de cor escura. O “índigo dark” é, segundo os seus criadores, obtido através do entrelaçamento de 1% de carbono e 99% de algodão. Além da sua cor intensa, a novidade é que o tecido tem propriedades isolantes e protege – assim o garantem – contra campos electrostáticos e as ondas electromagnéticas de computadores e telemóveis. O preço da inovação não é barato. Desta forma, a Safado será uma edição limitada que apenas poderá ser encontrada em 200 pontos autorizados Diesel – Italia Independent espalhados pelo mundo. Quanto ao preço não é para todas as carteiras. Quem quiser navegar na onda da moda inovadora terá que desembolsar 295 euros pelo novo modelo de jeans. Mas não é nada de exorbitante, segundo Lapo Elkann, já que se trata de «uns jeans democráticos que tiveram mais pesquisa e trabalho que quaisquer outros».