crise Versus oportunidade

Donatella Versace, cuja empresa acaba de apresentar, pela primeira vez na próxima Semana da Moda de Milão, a linha Versus, é uma das “iluminadas” que vê na actual crise económica uma «grande e fantástica oportunidade» para a criatividade no sector da moda. «A crise é uma grande oportunidade para todos os criadores, uma vez que esta oferece mais estímulos à criatividade e é igualmente propícia ao aparecimento e lançamento de ideias novas e inovadoras», explicou a estilista numa entrevista publicada pelo jornal diário italiano “Il Sole 24 Ore”. Deste modo, a criadora italiana acredita que face à actual situação económica é essencial «oferecer estímulos» ao consumidor para que continue a comprar moda e para que não sinta necessidade de reduzir os custos e esquecer-se da importância da qualidade numa peça. No caso concreto da sua empresa, Donatella Versace aposta igualmente em diferentes iniciativas. «Devemos reconsiderar a importância e a identidade de uma marca e nunca descurar o nosso ADN. O ideal é apresentar menos variedade para que, dessa forma, todas as peças lançadas sejam automaticamente reconhecidas», afirmou a designer de moda, acrescentando ainda que «devemos criar produtos de moda que provoquem desejo, assim como lançar peças novas e diferentes das já presentes no mercado». Donatella Versace, que revelou em Milão as suas propostas para a Primavera/Verão 20010, define a nova linha Versus como a “alma rock” da Versace e defende o conceito do desfile na passerelle como uma forma de apresentar as colecções de moda. «O vestido necessita de uma alma. Quem desfila tem de ter em conta um conjunto de detalhes essenciais para dar vida às peças. Portanto, para passar uma mensagem adequada é preciso música, maquilhagem, uma decoração apropriada», revelou. «Este ano, podemos dizer que a nossa marca pretende transmitir uma mensagem forte: a Versace é reconhecida pelos estampados e pela cor. Decidimos também misturar tecidos estampados com plástico e esta é a nova imagem da Versace, com um ADN ainda mais actual», concluiu a designer italiana.