Carbios junta forças com a Tomra

As duas empresas estabeleceram uma parceria para colmatar a lacuna entre os resíduos têxteis e a reciclagem da fibra à fibra para escalar a produção de materiais circulares.

Mathieu Berthoud, Vibeke Krohn, Emmanuel Ldent e Mari Larsen Sæther [©Carbios]

A Carbios, especialista no desenvolvimento e industrialização de tecnologias de base biológica, está a associar-se à Tomra Textiles para estabelecer um novo fluxo de recolha, triagem e preparação de resíduos têxteis no Norte da Europa

O material preparado através da tecnologia de classificação automatizada com recurso a sensores será transportado para a primeira unidade produtiva comercial da Carbios, atualmente em construção em Longlaville, França. Em seguida, será convertido novamente em monómeros para fazer fibras de poliéster utilizando a tecnologia de despolimerização enzimática desenvolvida pela Carbios.

«A Carbios está a assumir a liderança na criação de uma cadeia de valor eficiente para a circularidade têxtil e está a envolver-se ativamente com líderes globais da indústria, como a Tomra, para moldar o futuro dos têxteis sustentáveis», afirma Emmanuel Ladent, CEO da Carbios.

«A indústria têxtil tem sido otimizada em termos de custo e eficiência há séculos. Colmatar a lacuna significa dimensionar todos os elementos de uma cadeia de valor circular – desde a recolha, passando pela triagem até à reciclagem. As futuras soluções de reciclagem dependem de um acesso fiável às matérias-primas e, através desta colaboração com a Carbios, esperamos estimular os investimentos adicionais necessários para escalar a circularidade têxtil», acrescenta Vibeke Krohn, diretora da Tomra Textiles.

A Tomra Textiles faz parte da Tomra Horizon, o braço de capital de risco estabelecido pelo Tomra Group para explorar novas oportunidades de negócios e modelos de negócios alternativos alavancando a tecnologia do grupo e décadas de know-how. O grupo é especializado em sistemas de gestão de resíduos, tecnologias de recuperação de materiais e processamento de alimentos com tecnologia de classificação e triagem baseada em sensores. Com sede em Oslo, na Noruega, a Tomra tem mais de 110.000 instalações em 100 mercados operacionais em todo o mundo e emprega 5.400 pessoas, com um volume de negócios anual de 1,4 mil milhões de euros.