Camicissima cria o supermercado da camisa

Criar uma rede de pequenos supermercados da camisa é o objectivo fixado pela nova marca Camicissima, lançada pelo fabricante italiano Camiceria Fenicia. A primeira filial acaba de abrir em Milão, num espaço luminoso de120 metros quadradosque alia a sofisticação com a funcionalidade. Uma decoração que vai directa ao essencial: as camisas.

Estas foram instaladas em prateleiras de madeira preta sobrepostas que lembram os supermercados e que permitem ao consumidor escolher ele mesmo o seu modelo e tamanho. No exterior da loja, nas três grandes vitrines, estão inscritas as palavras de ordem da marca: “Quatro camisas por 99 euros”. «Quisemos oferecer a fórmula de livre serviço, com um preço acessível e uma qualidade irrepreensível. Ao entrar na loja, os clientes devem logo ver à primeira vista o modelo que lhes convém», explica Sergio Candido, patrão e proprietário da Fenicia em conjunto com o seu irmão Fabio. No total, a Camicissima propõe cerca de 2.000 modelos distintos, em linho ou em algodão, posicionados na gama média, em todos os tamanhos e 200 variantes de cores. Sem esquecer uma miríade de modelos de gravatas. A oferta permite abranger todos os tipos de vestuário, do clássico aosportswear. «A idade da nossa clientela varia entre 25 e 60 anos», sublinha Sergio Candido, que espera atingir simultaneamente os turistas, os habitantes locais e os empregados de escritório.

Depois de Milão, a Camicissima instalar-se-áem Roma. Em seguida, a marca deverá converter-se ao franchise. Os objectivos fixados são ambiciosos: a partir do Outono, a marca deverá contar com uma quinzena de pontos de venda em Itália, e os dirigentes da Fenicia esperam abrir uma centena de lojas durante os próximos 4 anos.

A Camicissima está igualmente interessada nos mercados estrangeiros, em particular na França, Médio Oriente e Japão, onde a Fenicia já marca presença. «Actualmente, procuramos parceiros para acordos demaster-franchise», sublinha Sergio Candido.

Instalada em Palermo há já mais de 70 anos, a Camiceria Fenicia realizou no ano transacto um volume de negócios de 7,8 milhões de euros, dos quais 10%em exportação. Licenciado das camisas Christian Dior durante muito tempo, a empresa é actualmente responsável pela produção e distribuição das camisas Pierre Balmain e Pierre Cardin.

Uma outra das suas marcas, a Feni Uomo, que assina umlook masculino total, possui uma dezena de lojas em Itália, e um volume de negócios de 4 milhões de euros em2003. ACamiceria Fenicia dispõe de duas unidades de produção, uma na cidade italiana de Palermo e outra na Roménia, que apresentam uma produção anual de 600.000 peças.