Calçado nacional na MICAM

Várias dezenas de empresas nacionais, que asseguram cerca de 40% das exportações portuguesas de calçado, estiveram presentes na MICAM, em Milão, de 16 a 19 de Março, considerada a principal e a maior feira do mundo do sector. Os números falam por si com 1.642 expositores, dos quais 515 vieram do estrangeiro, e 41.653 visitantes, um crescimento de 27% relativamente à edição de Março de 2005, muito virada para os segmentos altos do negócio. Cerca de 20.000 dos visitantes eram italianos. Quanto aos estrangeiros, destacaram-se a numerosa presença de japoneses, ingleses, franceses, russos, espanhóis e gregos. As 69 empresas que marcam presença compõem a maior representação de sempre da indústria portuguesa na feira italiana, e a segunda maior estrangeira, logo a seguir à espanhola, num certame que fechou portas à participação asiática. A participação na MICAM, organizada pela associação sectorial, a APICCAPS, em parceria com o Icep e o apoio do programa PRIME, envolveu um investimento que ultrapassa um milhão de euros, que E «é um dos sinais visíveis de uma estratégia de reafirmação internacional do calçado português», explica o artigo. A promoção externa do calçado lusitano aumentará, em apenas dois anos, cerca de 70% em valor, para um total de 13 milhões de euros, estando previstas deslocações representativas a países tão diversos como os Emirados Árabes Unidos, Espanha, China e Rússia.