Bogner aposta em tecnologias de informação

Já é uma situação peculiar uma empresa festejar o final da implementação de um projecto de tecnologias de informação com uma festa para os trabalhadores. É uma forma de o departamento de sistemas de informação salientar a importância de um sistema de informação eficaz e adequado às necessidades específicas da empresa, mostrando que esta não é uma área que deva ser relegada para último plano numa empresa.

Bernard Geldermann, membro da direcção da Willy Bogner e responsável pela área de tecnologias de informação e planeamento, mostra-se satisfeito com esta atitude. Por outro lado a festa revela-se um desenrolar normal dos acontecimentos, uma vez que todos os trabalhadores foram implicados na fase de implementação, colaborando mesmo quando essa colaboração implicava uma mudança nos seus hábitos.  «Todos os trabalhadores apoiaram o projecto», afirma Geldermann. Este foi um dos segredos do sucesso da implementação dos sistemas em áreas críticas como a produção num curto espaço de tempo.

Decisão rápida

Desde a decisão da implementação de um novo sistema de gestão de stocks até ao início da aplicação do sistema ERP da Intex passaram dois anos. Isto foi apenas possível, porque nos decidimos rapidamente pela empresa de software Intex, explica Gelermann. «Desde o início que foi claro que o factor “química” é importante». A escolha e adopção de uma empresa de software corresponde ao início de um processo de parceria, afirma Klaus Weber, director executivo da Intex EDV-Software, e neste ponto a nossa relação foi exemplar.

Bernanrd Geldermann conta que 1998 foi o ano de decisão para a renovação de tudo o que estava relacionado com tecnologias de informação. Um grande passo foi a mudança do sistema SAP para o ambiente Windows nas áreas financeira e gestão de recursos humanos. No que diz respeito ao sistema de produção foi implementado um sistema específico com actualização em tempo real. O alargamento das colecções e os ritmos cada vez mais acelerados exigem mudanças nos sistemas de informação. Depois do final do projecto SAP tornou-se claro que também o sistema de produção deveria ser alterado para um interface gráfico mais actual. «O grande objectivo era a integração de dados, gráficos e imagens», afirma Gerdermann. Com a Intex tudo se desenvolveu rapidamente e em 2003 foi possível encerrar a fase de investigação e iniciar o projecto. Em Junho de 2004 o novo sistema já estava em utilização, a colecção Outono/Inverno 2005/06 foi produzida e planeada com a solução Intex. «Não se verificou qualquer erro na planificação dos vários artigos e no final os artigos certos foram entregues no hora certa ao cliente certo», explica Gerdermann.