Auditoria ao POE pelo Tribunal de Contas

Após termos noticiado a intenção do ministro da economia em reformular todo o sistema de incentivos no âmbito do programa operacional de economia (POE), onde considerou que o modelo de incentivo através da atribuição de subsídios se ter esgotado, eis que, segundo um comunicado da Agência Lusa, o ministro anuncia ter pedido uma auditoria ao Tribunal de Contas sobre a execução do POE, tendo ainda referido que o mesmo tinha sido aceite. Já em Abril deste ano, a Associação Empresarial PME Portugal, tinha acusado o anterior executivo de ter favorecido as grandes empresas e as multinacionais na atribuição dos fundos do POE, pelo que apresentou uma queixa, junto da Comissão Europeia, contra o estado português. Relativamente à execução orçamental do POE para este ano, o ministro confirmou a existência de um atraso significativo, com uma taxa de execução na ordem do 30%. Contudo, o ministro espera conseguir cumprir a meta dos 130 milhões de contos, estabelecida para este ano.