Alta-costura desfila em Paris

Os desfiles de alta-costura para a próxima estação quente têm início hoje em Paris. O momento mais aguardado dos quatro dias do evento é o último desfile de Valentino, que diz adeus à moda depois de uma carreira de 45 anos marcada por múltiplos sucessos. O estilista italiano apresentarÁ a sua última colecção no dia 23, antes de passar o “testemunho” a Alessandra Facchinetti, ex-directora artística da Gucci, para as colecções de senhora (alta-costura e pronto-a-vestir). Por seu lado, Ferruccio Pozzoni é o novo responsÁvel pelas criações masculinas da casa Valentino. A primeira colecção de Ferruccio Pozzoni foi apresentada no passado dia 18 de Janeiro no showroom da Valentino na Place Vendôme em Paris. Em Outubro último, Valentino tinha-se jÁ despedido das passerelles parisienses do pronto-a-vestir, com uma colecção que foi ovacionada de pé. O último desfile de alta-costura terÁ lugar no Museu Rodin, na presença de 700 convidados, ou seja, duas vezes mais do que o habitual. Nesse dia, o criador italiano serÁ nomeado Cidadão de Honra de Paris, a distinção mÁxima outorgada pela Cidade-Luz. Esta condecoração junta-se à Legião de Honra que Valentino recebeu em 2006 e é mais um sinal da admiração dos franceses pelo estilista italiano. A Federação da Costura integra também no seu calendÁrio oficial numerosas jovens casas do pronto-a-vestir de luxo. Estas assegurarão cerca de metade dos 26 desfiles, lado a lado com outros convidados, como Armani e o próprio Valentino, e as casas de alta-costura propriamente ditas, entre as quais estão duas estreantes: a francesa Anne Valérie Hash e a italiana Maurizio Galante. Até ao momento presentes como convidadas, estas duas casas obtiveram em Dezembro a etiqueta de “alta-costura”, juntando-se assim às nove outras que jÁ beneficiam deste estatuto. As casas de alta-costura desfilam durante os três primeiros dias: Anne Valérie Hash, Christian Dior e Adeline André hoje; Chanel, Christian Lacroix, Maurizio Galante e Givenchy amanhã; Franck Sorbier, Jean-Paul Gaultier e Dominique Sirop na quarta-feira. O último dia serÁ consagrado aos “jovens talentos”, cujo calendÁrio integra esta edição quatro estreantes: Stéphane Rolland, que criou a sua própria casa após a partida da Scherrer; o belga Jean-Paul Knott, também director artístico da Cerruti; Josep Font, estilista espanhol que jÁ participou nos desfiles do pronto-a-vestir parisienses; e Alexis Mabille, que se formou nas casas Nina Ricci e Ungaro e trabalhou na Dior. Entre as presenças habituais das passerelles da alta-costura parisienses destaque para Felipe Oliveira Baptista, que integra o calendÁrio oficial hÁ jÁ vÁrias estações.