Algodão espanhol com chancela Better Cotton

A iniciativa focada na sustentabilidade anunciou uma parceria estratégica com os principais atores da cadeia produtiva em Espanha para produzir o equivalente a algodão Better Cotton no país.

[©Espalgodón]

A Better Cotton anunciou a parceria num evento em Sevilha, que teve lugar hoje, com a presença da Espalgodón – Organización Interprofesional del Algodón e o governo regional da Andaluzia, assim como de agricultores e representantes de empresas de processamento da fibra e da indústria em geral.

A Espalgodón – uma coligação de três organizações agrícolas espanholas – representa todos os agricultores de algodão do país, que deverão produzir cerca de 64 mil toneladas de algodão na época 2023/2024.

A declaração de interesse da coligação, que foi submetida em 2021, destacava a vontade do país de colaborar na produção de algodão mais sustentável.

Desde então, a Better Cotton começou a trabalhar com o governo da Andaluzia, a principal região de produção de algodão, para reconhecer o sistema Producción Integrada como o equivalente no país ao Better Cotton Standard System. Na prática, isto irá permitir que o algodão produzido nas quintas licenciadas com o sistema Producción Integrada seja vendido como Better Cotton.

Evento em Sevilha [©Better Cotton-Alvaro Moreira]
«Queremos mostrar que o algodão da Anadaluzia é da mais alta qualidade e se cultiva, em 75% dos casos, sob técnicas de Producción Integrada», afirmou Carmen Crespo, Secretária da Agricultura, Pescas, Água e Desenvolvimento Rural do Governo Regional da Andaluzia.

A Better Cotton sublinha que em 2023/2024 a produção de algodão deverá baixar mais de 48% face à época anterior, devido aos desafios provocados pelas condições de seca.

«Os impactos das alterações climáticas na colheita de algodão em Espanha são fáceis de ver tendo em conta as projeções do país para a época 2023/2024. A Espalgodón e o Governo Regional da Andaluzia demonstraram o seu compromisso para melhorar as credenciais de sustentabilidade do algodão colhido internamente, o que poderá tornar os agricultores mais resilientes face ao aquecimento global», acredita Alan McClay, CEO da Better Cotton.

Como parte do processo, a Better Cotton solicitou à PricewaterhouseCoopers (PwC) que fizesse um estudo comparativo, que identificou falhas entre os dois sistemas e delineou as ações necessárias para que o sistema Producción Integrada ficasse alinhado com os padrões da Better Cotton.