Aldi estreia em Portugal

A multinacional de origem alemã Aldi vai iniciar, em breve, a sua actividade comercial em Portugal. A cadeia de discount prepara-se para abrir as suas três primeiras superfícies no País, mais propriamente no Algarve, anuncia o Diário de Notícias. A concorrente do Lidl, Plus e Minipreço conseguiu ainda mais cinco licenças no novo pacote aprovado pelo Governo entre Abril e Março (que ascende a 104 autorizações). A empresa pode, assim, abrir oito estabelecimentos comerciais, mas os seus objectivos podem ser bem mais ambiciosos. Para já, no site da Aldi é anunciado o interesse da cadeia em comprar terrenos em Portugal (entre 4000 e 6000 metros quadrados ou superiores) e também locais comerciais (de 800 a 1200 metros quadrados de superfície útil). Os supermercados que agora estão prestes a abrir foram construídos de raiz e estão localizados em Portimão (500 m2), Alcantarilha (800 m2) e Olhão (700 m2). Já as cinco novas licenças foram atribuídas para lojas em Odemira, Caldas da Rainha, Moita, Palmela e Santiago. O segmento do discount registou um crescimento significativo em Portugal nos últimos anos. Entre 2004 e 2005, o número de lojas cresceu 6%, atingindo as 555 no final do ano passado, segundo os dados da Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição (APED). O Lidl é a cadeia discount que mais lojas possui em território nacional (160 no final de 2005). O Governo aprovou, entre Março e Abril, 104 novas licenças de estabelecimentos comerciais. Este número junta-se às 636 autorizações já aprovadas ao abrigo da nova lei de licenciamento comercial. Deste modo, nos 16 meses de execução do diploma foram concedidas 740 aprovações, distribuídas pelo retalho alimentar e comércio especializado. A maioria das licenças (187) pertence às cadeias de discount: o Lidl passa a ter 59 autorizações, o Mini Preço/Dia 58, o Plus 53 e o Netto onze.