A sedução da Alta-Costura em Paris

Começou no dia 23 de Janeiro, a Semana de Alta-Costura de Paris com as novas colecções para temporada Primavera-Verão 2006. O designer John Galliano inaugurou o evento colocando na passarela a colecção para a Dior onde se viu uma clara referência a todas as cabeças aristocráticas que foram cortadas na guilhotina. O designer voltou a surpreender com os seus volumes e jogos de composições. O ponto de sobriedade foi posto na terça-feira com o desfile de Giorgio Armani, que apresentou uma colecção que foi o perfeito reflexo do que se pôde ver nos recentes Globos de Ouro. Armani referiu que «não creio que a Alta-Costura deva apresentar-se no meio de um enorme espectáculo. Os meus clientes não gostam de ver os seus vestidos em todas as revistas de moda». Seguiu-se a vez de duas estrelas do mundo da moda: Valentino e Karl Lagerfeld, o homem por detrás da Chanel, encherem de glamour a Cidade-Luz. O designer italiano voltou a deixar todos de boca aberta com o seu grande talento. Graças a clássicas técnicas de confecção, queninguém sabe como, consegue criarautênticas obras de arte com qualquer material que caia nas suas mãos. Nesta ocasião, a confecção de Valentino inspira-se no deserto tendo utilizado diferentes tonalidades de branco e de cores pálidas, ténues e arenosas. Assim mesmo, os estampados de flores e os lunares predominam entre as suas propostas, onde os drapeados e esvoaçantes criam mil e uma formas. O designer aposta nos vestidos para cocktail com profundos decotes e busto marcado, que se combinam com jaquetas pela anca e de linha entalhada. Para a noite propõe trajes compridos em cetim, gaze e aplicações de cristal. Para a colecção que criou para a Chanel, o alemão Karl Lagerfeld também apostouem tons claros. Trata-se de ma colecção que está inspirada nos anos 60 onde, para além dos tons claros, se destaca o preto. Para as grandes ocasiões tornou imprescindíveis os prateados e matizados dourados. O designer apostou ainda nos vestidos curtos sobre os joelhos, nos clássicos conjuntos de jaqueta de tweed, brancos imaculados, tecidos enrugados com lãs e com lantejoulas, complementados com botas. As passarelas de alta-costura de Paris receberam numerosas figuras conhecidas como a Madonna, Victoria Beckham, Silvia Alexandrovich, Nati Abascal, entre outros. E é mais que notado que estas “musas” não poderiam perder os desfiles dos seus designers preferidos como Jean-Paul Gaultier, desfile onde a rainha da pop, Madonna, assistiu como a mais fiel. Jean-Paul Gaultier propõe para a temporada Primavera-Verão uma colecção inspirada na Grécia mais tradicional, com peças repletas de passamanaria e plissados e onde os bordados têm muito protagonismo. O encerramento dos desfiles de Alta-Costura Primavera-Verão 2006 de Paris coube ao designer libanês Elie Saab. O chamado designer das estrelas deu uma lição de glamour com a sua nova colecção de alta-costura onde mistura a cor, os adornos brilhantes e onde predominam as linhas muito femininas. Com Saab, a alta-costura despediu-se até ao próximo mês de Julho, altura em que serão apresentadas as colecções para o Outono-Inverno.De destacar a presença dos portugueses Felipe Oliveira Baptista e da dupla Storytailors, que através do Portugal Fashion apresentaram também as suas colecções de Alta-Costura no Palais de la Découvert e no Salon Erard, respectivamente.