A resiliência de Nuno Gama

Depois do encerramento do seu espaço no Chiado, Nuno Gama encontrou um novo endereço para a marca epónima, o n.º 5 da Praça Ilha do Faial, em Arroios. No próximo dia 28 é inaugurada oficialmente a nova loja/atelier, que servirá também de passerelle da coleção Resilientes, apresentada já na ModaLisboa.

[©ModaLisboa]

Do Chiado para Arroios, do centro histórico para a artéria cultural de Lisboa. É na Praça Ilha do Faial, n.º 5, que é inaugurada oficialmente, na quinta-feira, a nova casa de Nuno Gama, que reúne, num mesmo local, a sua loja e atelier sobre o poético Jardim Alves Redol, junto ao Largo de Dona Estefânia, em Lisboa.

O atelier, desenvolve-se num “open space” de carácter industrial, com mais de 300 metros quadrados, pensado e estruturado, em parceria com a arquiteta Rita Muralha, para ir ao encontro daquilo que o designer considera serem «as atuais necessidades dos seus clientes», refere o comunicado da ModaLisboa.

[©ModaLisboa]
O novo projeto, que começou a ser erguido há já vários meses, mantém a lógica de concept store. Não só podem ser encontradas coleções, regularmente, apresentadas na ModaLisboa, como também peças de joalharia masculina e linhas de calçado assinadas pelo criador de moda.

Num outro espaço, os apaixonados pelo universo do vestuário formal podem, tranquilamente, deliciar-se com a experiência da moderna alfaiataria portuguesa, do feito por encomenda ou por medida.

A nova loja alberga ainda uma seleção de objetos quotidianos de jovens designers de vários quadrantes, como Duarte Galo, Filipe Borlido e os irmãos Bacelar, e um serviço de limpeza e manutenção de têxteis, peles, calçado e acessórios de qualquer marca.

Para assinalar a abertura oficial, Nuno Gama fará um pequeno desfile com alguns coordenados da coleção Resilientes, ao som de André Viamonte e do Dj Ruben da Cruz.