A luz no fundo do túnel

O co-presidente da cadeia de moda italiana Gianni Versace, Santo Versace, admite que o pior já passou para o mercado mundial de bens de luxo e chega mesmo a afirmar que os bons tempos estão já ao virar da esquina. “Já sentimos os primeiros sinais de recuperação”, disse aos jornalistas, “no último trimestre deste ano ou no início do próximo ano teremos os sinais de uma forte recuperação”, adianta Santo Versace. As vendas de vestuário dos designers e bens de pele desceram no ano passado devido ao abrandamento económico global e ao impacto que o 11 de Setembro teve na confiança do consumidor. Contudo, tanto a LVMH como o Grupo Gucci admitiram recentemente que esperam uma melhoria nos resultados da segunda metade do ano à medida que o mercado começa novamente a acelerar.