A ITV exportou 4,1 mil milhões de euros em 2005

De acordo com os primeiros dados (1) avançados pelo Observatório Têxtil do CENESTAP (OT) relativos ao comércio internacional da Indústria Têxtil e do Vestuário (ITV) em 2005, as exportações ascenderam a 4.118 milhões de euros correspondendo a uma contracção de 6,7% face a 2004. Este valor ficou ligeiramente acima das estimativaspublicadas em Janeiro de 2005 pelo OTsegundo as quais as exportações deveriam cair 7,5%. Relembre-se estas estimativas foram efectuadas antes da aplicação das medidas de salvaguarda por parte da U.E. e dos EUA o que pode explicar a diferença de valores. Para a queda das vendas nacionais ao exterior contribuiu sobretudo o sector do vestuário mais exposto á concorrência chinesa nos mercados internacionais, em particular na U.E. Neste contexto, as exportações de artigos de vestuário fixaram-se em 2.556 milhões de euros, menos 9,8% que no ano anterior. As exportações do sector têxtil, por outro lado, mantiveram-se relativamente constantes (-1,0%) reflectindo-se num aumento do peso do sector as exportações totais (37,9% face aos 35,8% em 2004). As fibras sintéticas (fios e tecidos) destacam-se pelo desempenho positivo ao longo do ano, uma vez que, as vendas ao exterior registaram um aumento de 27,0% representando já 13,4% das exportações totais têxteis. Pela negativa destaca-se o vestuário de malha com uma redução das vendas ao exterior de 12,6%. No que respeita às entradas no mercado nacional, os dados do OT apontam para uma contracção de 4,3% para os 2.993 milhões de euros (56,2% de têxtil e 43,8%) de vestuário. Contrariamente às exportações, nas importações foi o sector têxtil que mais contribuiu para a queda do indicador uma vez que as entradas de artigos têxteis caíram 9,4% em 2005 enquanto as entradas de vestuário aumentaram 3,1%. As variações descritas reflectiram-se numa deterioração do saldo da Balança Comercial da ITVpara o total de 1.125 milhões de euros que compara o saldo de 1.284 milhões registado em 2004. (1) Dados preliminares sujeitos a correcção Esta informação é apresentada em ficha informativa, disponível no PortugalTextil.com