33 empresas, 41 colecções

A participação de empresas portuguesas na próxima edição da SIMM (Semana Internacional da Moda de Madrid), de 9 a 12 de Fevereiro, reforça a presença da moda portuguesa no mercado espanhol, o principal destino das exportações portuguesas do sector. O aumento gradual de expositores portugueses neste certame, o maior da Península Ibérica e o segundo na Europa, demonstra a importância desta feira como plataforma comercial. Fazendo um balanço, em Agosto de 2003, um conjunto total de 31 empresas portuguesas participaram na SIMM. Agora, um total de 43 empresas vão apresentar as suas novas colecções Outono/Inverno 2006.07 nesta edição, a 55ª. Deste conjunto total de 43 empresas, 33 (mais 5 que na passada edição de Setembro de 2005) participam agrupadas no projecto de promoção da fileira moda, executado pela ANIVEC/APIV, em parceria com o ICEP Portugal, no âmbito do programa de apoio à economia PRIME. Portugal é um dos países com maior peso na SIMM, tanto no que se refere ao número de expositores como no que diz respeito ao número de visitantes profissionais. A edição de Fevereiro de 2005 apresentou 1.125 expositores com1.504 colecções e recebeu 26.566 visitantes, dos quais 2.615 eram estrangeiros. Nesta edição são esperados cerca de 32.000 visitantes profissionais, tanto espanhóis como estrangeiros, o que é revelador da importância deste espaço de negócio para a moda portuguesa. Um dos espaços de Portugal com maior destaque na SIMM situa-se no Pavilhão 2, “Espacio Hombre”, onde um amplo conjunto de importantes empresas e marcas nacionais de vestuário masculino continuam a dinamizar a forte aposta da IFEMA, entidade organizadora da SIMM, na criação de um espaço de promoção da moda masculina. O sucesso desta iniciativa é demonstrador da importância e reconhecimento nos mercados internacionais que o sector da moda masculina portuguesa tem na actualidade. As empresas e marcas portuguesas participantes no Espaço Homem da SIMM, onde Portugal participa pela sexta vez, possuem uma larga experiência de negócio em Espanha, apresentando colecções que vão desde o sportswear à moda urbana e elegante, com uma ampla oferta de produtos e acessórios de moda. Um total de 17 empresas de moda masculina apresentam 20 colecções diferentes: D’assenta, Dielmar, Diniz & Cruz, Dunil Shirts, Enrico Silvanni, Gfr Sport, Gianfranco, Grasil Uomo, Hydrogen, Marco Vanetto, Sergio Albani, Outboard, Oxford, Pierlorenzo, Pietrinni, Santix, Soporcol, Snobe, Torre e Vándoma. Por outro lado, incluído no mesmo programa da ANIVEC/APIV, 16 empresas portuguesas estarão presentes com um total de 21 colecções nos diversos pavilhões de moda feminina da SIMM. No pavilhão 4, no espaço “Boutique”, encontra-se a empresa Jotex com a sua colecção Jotex, e a empresa Onara, com as suas colecções Onara e On Jeans. No pavilhão 6, o espaço “La Galeria”, expõem as empresas Dielmar com a colecção Anne Gilden, a empresa Vestábitos, com as colecções Habitus e HS Sport e a empresa Camilo Pinto com a marca Peter Murray. No pavilhão 8, participarão a empresa Invicar com a marca 1964 Collection, a empresa Marcial Martins com as marcas Christina Félix e Maja, a empresa Nituer com a marca Diparra, a empresa Unitefi com a marca Karris Design, a empresa Mazur com a sua marca Mazur, a empresa Mendes & Martinho com a marca Meam, a empresa Orcopom com a sua marca Orcopom e a empresa Têxtil Mindage com a sua marca Stitch. No pavilhão 10 estarão as empresas Olimpio Miranda com a sua marca Myuky e a empresa de acessórios de moda Sanmartin com a marca Sanmartin. Por último, no Pavilhão 3, a empresa Nogueira participará com as marcas Riccioli la Pelle, RCL Sport e D&A Collection. As 41 marcas portuguesas participarão diariamente nos desfiles de moda “Fashion Brands From Portugal”, que se realizam nos dias 9, 10 e 11 de Fevereiro na Passarela de Moda, mostrando as colecções Outono/Inverno 2006.07. A organização dos desfiles de moda das marcas portuguesas “Fashion Brands From Portugal”, resulta, pela quinta vez, da colaboração da ANIVEC/APIV com o “Portugal Fashion”. Os desfiles de moda são um complemento criativo e de imagem muito importante, destacando-se o design e a inovação de cada marca, permitindo projectar junto do público-alvo (compradores e imprensa) uma identidade de cada conceito de moda. Segundo fonte da ANIVEC/APIV, «a estratégia da associação é posicionar as mais dinâmicas e inovadoras marcas portuguesas de vestuário, nos mais prestigiados espaços de negócio e promoção internacional da moda, com o objectivo de alcançar um efectivo crescimento das exportações portuguesas, em especial nos mercados onde a mudança do modelo de negócio implica a adopção de uma estratégia de marca própria».