10 formas de reduzir custos

O director executivo da TradeCard, Kurt Cavano, identificou 10 formas para reduzir as despesas e aumentar a eficiência no combate ao aumento dos custos nas matérias-primas e na mão-de-obra: 1. Realizar uma avaliação ao papel Observe atentamente a sua cadeia de fornecimento e identifique as áreas onde existe papel. Facturas, alterações, contratos, cartas de crédito e financiamento… Onde há papel, existem erros e ineficiências. 2. Alterar a forma como transacciona Como comunica com os seus parceiros comerciais? E-mail? Fax? Telefone? EDI? Encontre uma maneira mais eficiente de comunicar e, mais importante ainda, colabore com a sua rede de parceiros comerciais. Com a tecnologia flexível e os serviços disponíveis actualmente, é possível ligar e transaccionar com todo o seu ecossistema num só lugar. Isto elimina a reedição de dados e as tarefas manuais, mas também assegura a exactidão e a eficiência. Em vez de inserir dados, a sua equipa pode-se concentrar em coisas mais importantes, como o seu negócio. 3. Permita aos seus fornecedores que aproveitem o gorila de 1.000 kg Sendo o gigante na sua cadeia de fornecimento, é financeiramente mais forte do que a maioria dos seus parceiros comerciais envolvidos na transacção. Ajude-os. Os seus fornecedores em regiões como o Bangladesh e a Turquia podem estar a pagar taxas de juro de 12% a 15%. Permita que os seus fornecedores aproveitem a sua notação de risco. Ofereça programas de desconto para pagamentos antecipados que ajudam os fornecedores a receber o pagamento mais rapidamente. Se for o financiador, pode oferecer taxas de 7% ou 8% e os dois lados ficam a ganhar. 4. Vá directamente Corte camadas na sua cadeia de fornecimento através de expedições directas para a loja. O cross-docking e outros programas podem ignorar o distribuidor para eliminar custos e entregar mercadorias em menos tempo. 5. Fique perto da fonte Execute a personalização ou outros serviços no exterior, em vez de trazê-los de volta ao país e acabe com a produção ou o armazenamento interno. Reduzir o inventário detido internamente pode gerar grandes poupanças. 6. Não vá sozinho Elimine recursos no exterior e pessoal, encontrando o parceiro certo para apoiar a sua cadeia de fornecimento. O parceiro certo tem o apoio e a presença onde os seus fornecedores estiverem e pode garantir que estão ligados ao seu sistema. 7. Diversifique a sua carteira Espalhe o seu risco e a sua exposição ao aumento dos custos no exterior. Trabalhe com parceiros comerciais em diferentes regiões. Se a China for dispendiosa olhe para o Vietname. Ou para a Europa. Ou para as Américas. 8. Pondere o aprovisionamento próximo Aproveite os centros de aprovisionamento neste hemisfério. A América Central e a do Sul oferecem uma alternativa à Ásia, que é digna de séria consideração. Corte semanas no seu tempo de expedição. A redução nos tempos de ciclo e nos custos de expedição pode rapidamente justificar a medida para a subcontratação próxima. 9. Mantenha as opções em aberto Encontre formas de contactar com novos fornecedores, prestadores de serviços e instituições financeiras, conforme precise deles. Uma plataforma de colaboração on-line pode oferecer a ligação a uma rede inteira de recursos. 10. Procure o baixo risco, as soluções de baixo investimento Os modelos de Software como Serviço (SaaS) e de Cloud Computing são ideais para as cadeias de fornecimento complexas de hoje. Evite implementações no local e dores de cabeça. Não há necessidade de realizar investimentos pesados. Procure soluções que o podem ligar aos seus parceiros com o mínimo possível de problemas para a sua tecnologia e pessoal operacional. Os preços vão continuar a subir. Não se pode baixar o preço das matérias-primas ou da mão-de-obra, mas podem-se encontrar maneiras de reduzir os custos e chegar em primeiro.